HISTÓRICO

 

Histórico da Granja de Coelhos Bela Vista           

Laerte Tvardovskas e Helena Mattana Saturnino são casados e há 36 anos fundaram a Granja de Coelhos Bela Vista, situada em Campo Limpo Paulista - SP.
            Desde muito cedo Laerte adquiriu o gosto pelos animais e pela natureza: seu pai lituano e sua mãe húngara produziam animais para consumo da família. Seu pai possuía uma criação de canários frisados parisienses e cultivava mais de 200 espécies de orquídeas. Assim, aprendeu com seus pais europeus a criar coelhos e a consumir esta carne. A cunicultura foi muito difundida na Europa devido às conseqüências da 1ª. e 2ª. Guerras Mundiais. Como havia escassez de alimentos, a carne de coelho era uma opção rápida e de baixo custo, além de necessitar de pouco espaço para ser implantada.
            Já Helena nasceu em Minas Gerais e passou grande parte de sua infância na fazenda de seu pai, onde eram produzidos bovinos, eqüinos, mel em grande quantidade, entre outros animais. Deste modo ela adquiriu amor e gosto no trato com animais, o que a tornou elemento fundamental para o sucesso da Granja de Coelhos Bela Vista.
            Laerte possui uma experiência de mais de 20 anos no ramo da propaganda e marketing, tendo fundado sua própria agência em 1973. Paralelamente a este trabalho, ele e sua esposa Helena, formada em Educação Física pela UFMG, começaram a criar coelhos em uma fazenda situada em Miracatu – SP, em 1980. No ano de 1982 o casal decide transferir a Granja de Coelhos Bela Vista para a cidade de Campo Limpo Paulista, cidade de 70.000 habitantes a 50 km da capital de São Paulo, onde se situa até hoje.
            Em 1991 Laerte decide, por opção, deixar sua agência de publicidade e dedicar-se integralmente a criação comercial de coelhos, partindo para a área rural também com a intenção de dar uma melhor qualidade de vida à sua família. Desde então, a Coelho Bela Vista direcionou-se para a área de produção de reprodutores e matrizes de alta qualidade.
            Além de diversas raças, Laerte e Helena desenvolveram um coelho híbrido e reprodutivo com o nome Bela Vista. Em seguida começaram a ministrar cursos, oferecer assistência técnica gratuita e orientação comercial aos criadores de coelhos. Também desenvolveram uma linha de acessórios exclusivos como gaiolas, bebedouros automáticos, ninhos personalizados e descansos de madeira: todos os produtos testados e aprovados na própria granja e por nossos clientes. Atualmente a Granja Coelho Bela Vista produz também coelhos anões destinados à estimação, coelhos gigantes e outras raças.
            Através de sua grande experiência, Laerte e Helena há 21 anos dedicam-se a treinar pessoas que pretendem entrar no ramo da cunicultura. A Granja Bela Vista preocupa-se com o novo criador e especializou-se não somente em oferecer cursos e vender matrizes e reprodutores, mas também em auxiliar gratuitamente seus clientes em tudo o que for preciso para que obtenham sucesso!
            A filosofia de trabalho da Bela Vista está baseada nos seguintes pilares: honestidade, qualidade, atendimento e Know-how. A granja já produziu mais de 25.000 matrizes e reprodutores selecionados, tatuados e com filiação completa, o que é um certificado de garantia para todos os clientes.
            Como a Bela Vista sempre está inovando, neste ano foi criado o S.O.S. COELHOS, um serviço gratuito que tira com rapidez as dúvidas dos criadores via e-mail ou por telefone, ajudando a solucionar problemas de modo prático e eficiente.
            A granja Bela Vista alerta: não adquira reprodutores antes de conhecer o fornecedor, seus coelhos, instalações, cuidados preventivos e profilaxia!    

 

Assessorias da Granja Coelho Bela Vista nas áreas de produção e marketing. Clique aqui e veja as principais empresas e granjas que a Bela Vista assessorou nas áreas de produção e marketing.

Granja Selecta – Laerte foi gerente de produção e marketing nesta empresa com plantel com 4.000 matrizes e com uma produção mensal de 15 toneladas, entregue e comercializada nas principais redes de supermercados do Brasil.
Lá, criou e desenvolveu a bandeja do coelho em cortes e novas estratégias de marketing. Reorganizou também todo o sistema para o aumento da produção, redução de custos e racionalização do trabalho dos funcionários.

Granja Mélica – Laerte foi gerente de produção e marketing nesta granja com um plantel de 1.5OO matrizes e com uma produção de seis toneladas mensais.

Granja instalada em Pouso Alegre – MG.
Foi responsável pela implantação total da granja, abrangendo projeto e construção dos galpões e abatedouro, fornecimento de matrizes e reprodutores Bela Vista, treinamento de funcionários, criação de embalagens e comercialização para supermercados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Cooperativa de Criadores de Coelhos de Minas Gerais, em Belo Horizonte.
Laerte e Helena foram representantes desta cooperativa, sendo responsáveis pela colocação de cinco toneladas mensais de carne no mercado.

Associação Paulista de Criadores de Coelhos – Laerte foi presidente da APCC por duas gestões. Fomentou a cunicultura através de cursos, de diversas exposições de animais e de prestação de assistência técnica aos sócios.

Fapema – Federação das Associações de Pequenos e Médios Animais.
Laerte foi fundador e presidente por duas gestões desta entidade que teve apoio da Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo.
Associações participantes: coelhos, chinchilas, caprinos, ovinos, aves, abelhas, suínos, pássaros e outros.

Expointer – 2005 / 2006.
Juiz oficial no julgamento de coelhos da Federação das Associações de Criadores de Coelhos do Rio Grande do Sul.